Araruna e região se liga aqui! - www.ivanfilmagempb.com
Publicado em:

Advogado do PRTB suspeita de fraude em pesquisa do IPESPE e acusa “ESQUEMA CRIMINOSO”

O advogado Francisco Ferreira, que durante o primeiro turno conseguiu impugnar nove pesquisas eleitorais na Paraíba, anunciou na noite desta quarta-feira (15) que estrará ingressando na Justiça com um pedido de investigação por fraude contra o Instituto IPESPE. 

VEJA OS NÚMEROS! 

O jurista acredita haver um ‘esquema criminoso’ financiando a compra de resultados de pesquisas no Estado.
“A Paraíba vive hoje um verdadeiro descalabro em termos de pesquisas eleitorais. Instalou-se no Estado uma verdadeira organização criminosa, onde há pessoas com vínculos com certos institutos de pesquisa, determinados grupos político e de parte da imprensa”, acusou o advogado, que ingressará nesta quinta-feira (16) ação representando o Partido Renovador Trabalhista Brasileira (PRTB).

Francisco, que já conseguiu condenações judiciais com multas contra dois institutos de pesquisa nestas eleições, disse que o IPESPE é ‘reincidente’, e que o resultado da consulta divulgado na noite desta quarta-feira (15) pelo Jornal da Paraíba é um ‘absurdo’.

O advogado lembrou ainda que o Instituto IPESPE descumpriu decisão judicial que determinou a apresentação, aos partidos políticos, da relação dos municípios, bairros e ruas onde residem as 1,5 mil pessoas consultadas na última pesquisa divulgada no primeiro turno.

Para o presidente do PRTB, Fábio Carneiro, a pesquisa realizada pelo IPESPE não consegue convencer ninguém na Paraíba. “Não existe lógica nenhuma de um candidato que perdeu mais de 100 aliados abrir tamanha diferença percentual para um candidato que ganha dezenas adesões diariamente”, disse o dirigente partidário.


Polêmica Paraiba

Por: Ivan Filmagem
how to make gifs
Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

Publicidades:
Publicidade Publicidade

Últimas Notícias

Comentário

wwww.ivanfilmagempb.com - Todos os direitos reservados.