Araruna e região se liga aqui! - www.ivanfilmagempb.com
Publicado em:

Morador de prédio de Ipanema destrói carro que atrapalhava entrada da garagem

RIO - Os moradores da Rua Nascimento Silva, em Ipanema, presenciaram neste sábado uma cena que não ficaria fora de lugar no filme "Relatos Selvagens", atualmente em cartaz. Nele, o personagem interpretado por Ricardo Darín se descontrola quando seu carro é rebocado e reage com violência desproporcional. O enredo na Zona Sul foi parecido: revoltado com um carro mal estacionado, um morador do edifício de número 191 pediu emprestado um martelo para o porteiro, que cedeu pensando que a ferramenta seria usada para um serviço comum. O morador, porém, investiu contra o veículo, quebrando os vidros traseiros e causando uma confusão que mobilizou policiais do 23º BPM (Leblon).

Enquanto isso, o motorista vivia em um polo oposto ao da barbárie, do lado de fora. O ataque se deu por volta de 17h30m, quando o Colégio Notre Dame realizava uma festa de fim de ano. Lá dentro, o clima não poderia ser mais diferente. Os alunos da Educação Infantil interpretavam a peça “O Natal de todo mundo” para o deleite dos pais. No meio da apresentação, a surpresa:

— Um funcionário foi ao palco e disse “sinto termos que informar, mas o veículo de placa tal foi depredado” — lembra o jornalista Gilberto Menezes Côrtes, que estava ali para assistir ao show do neto.

O veículo, um Hyundai Tucson GLS preto, cujo modelo mais novo não sai por menos de R$ 69 mil, estava estacionado ao lado do colégio. Mas, por ser longo, estava com parte da traseira para fora dos limites da vaga, atrapalhando a entrada na garagem. De acordo com um porteiro da rua, o motorista foi avisado do fato quando estacionou, mas não fez o recuo.

— O que mais me impressionou foi o cara ter chegado a pé. Ele nem teve que usar a garagem e mesmo assim agiu desse jeito — disse um porteiro que presenciou a cena. — Se trata de um senhor de uns 50 anos. Mora sozinho desde que a mãe morreu há uns dois anos. Acho que tem um filho em São Paulo.

A confusão ficou mais séria com a chegada da polícia. Os policiais na viatura chegaram a dar voz de prisão contra o porteiro do edifício 191, que emprestou o martelo. Ele teria, inicialmente, se recusado a apresentar documentos e acompanhar os PMs para o registro de ocorrência na delegacia. A ocorrência acabou registrada na 14ª DP (Leblon) como dano a veículo. O responsável pelo ataque não foi preso nem encaminhado à delegacia.

O porteiro Valdemir Otacílio, que cuida de um dos prédios vizinhos, conta que esta não é a primeira vez que algo parecido ocorre na Nascimento Silva.

— Há uns quatro meses, um alarme de carro não parava de tocar. Aí um morador desceu com um taco de beisebol e destruiu o carro todinho. Mas depois ele pagou tudo — conta Otacílio.

Ele diz ser comum também que moradores esvaziem os pneus de veículos ou risquem a lataria quando eles estão estacionados em frente a garagens.

— Essa rua só dá problema. Tinham que colocar uma placa proibindo estacionar — opinou.

O Hyundai Tucson atacado pelo morador revoltado acumula multas. Só em 2014 foram dez multas, três delas por estacionar em local proibido — em um dos casos, especificamente em local de entrada e saída de veículos.

oglobo

Por: Ivan Filmagem
how to make gifs
Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

Publicidades:
Publicidade Publicidade

Últimas Notícias

Comentário

wwww.ivanfilmagempb.com - Todos os direitos reservados.