Araruna e região se liga aqui! - www.ivanfilmagempb.com
Publicado em:

Vereadores de situação não se entendem e Lei do aumento dos secretarios não é votada em Araruna

Em sessão ordinária realizada hoje na Câmara de Vereadores de Araruna, na tarde desta sexta-feira, 24 de abril, com as presenças dos seguintes vereadores: Rodolfo Cordeiro, Jefferson Targino, Boró, Lulinha, Naldo de Zé de Neco e Zé de Assis, cujo tema pauta principal seria a votação e consequentemente aprovação dos projetos de lei municipal que autorizava aumento salariais dos assessores e secretários da atual prefeita, Wilma Maranhão.
Aprovação certa, pois os vereadores de oposição não compareceram a sessão, no entanto antes do inicio da sessão houve uma discussão sobre o parecer do assessor jurídico da Casa Nô Lima, Paulo Luciano Bezerra, pois o conteúdo do mesmo estaria dando ilegalidade a autoria do Projeto de Lei, que trata do aumento aos secretários e secretario executivo da prefeitura, quem teria apresentado tal projeto foi o vereador Rodolfo Cordeiro e o parlamentar não recebeu tal informação com satisfação e começou o desentendimento com o vereador Jefferson Targino, não chegando assim a conclusão da pendenga, a Sessão foi aberta e logo após encerrada, sem terem realizado tal votação.

Este embroglio entre Rodolfo Cordeiro e Jefferson Targino já vem de tempos anteriores, mas precisamente desde a eleição de 2012 e se fortaleceu na Câmara de Vereadores, quando o Rodolfo apresentou projeto de Resolução, onde o assessor jurídico é obrigado a estar nas sessões, porém a indicação do assessor jurídico é de Jefferson Targino.

O vereador Rodolfo Cordeiro tem tentado buscar a liderança da situação para si, contrariando interesses dos parlamentares da base, causando assim "Ciumes" como disse uma pessoa da Câmara de vereadores.

Segundo um dos presentes a sessão, o vereador Rodolfo Cordeiro iria exigir a presença do assessor jurídico nas próximas sessão, aguardemos e vejamos os próximos capítulos.

Voltemos ao assunto dos projetos de lei, vejam como o Regimento interno é desrespeitado na Câmara de Vereadores:

Parecer jurídico dos projetos de lei, é obrigatório, mas não é cumprido;


Assessor jurídico, advogado, é obrigatório, nunca aparece;


Parecer técnico, sobre tema que vereador desconhece, não existe, caso deste aumento, ninguém sabe se está dentro LDO e LOA.

Entrega dos projetos de lei aos vereadores com antecedência minima de 24 horas antes da sessão, nunca entregam, só na hora e as vezes;

As vezes não obedecem o tipo de votação;
Entre outras.

Com: Araruna-1

Por: Ivan Filmagem
how to make gifs
Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Vereadores de situação não se entendem e Lei do aumento dos secretarios não é votada em Araruna"

Deixe um comentário!

Publicidades:
Publicidade Publicidade

Últimas Notícias

Comentário

wwww.ivanfilmagempb.com - Todos os direitos reservados.