Araruna e região se liga aqui! - www.ivanfilmagempb.com
Publicado em:

Confederação defende 11,36% de reajuste para trabalhadores em educação

O Secretário de Ações Educacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, Heleno Araújo, afirmou que a entidade defende um reajuste de 11,36% de reajuste para trabalhadores em educação de todo o País, o que corresponde à inflação, que deve chegar a 10,4% ao final deste ano e mais um ganho real menor devido à situação de crise.

A crise não justifica estados e municípios deixarem de cumprir a lei do piso nacional da categoria, até porque é necessário que eles tenham transparência necessária para provar que de fato não têm recursos e o mandante municipal ou estadual não pode ser um descumpridor de leis , advertiu.

Duplo descumprimento

Segundo ele, se um prefeito ou governador descumprir a lei, ele estará descumprindo duas leis federais: a lei do piso dos professores e a lei do Plano Nacional de Educação, que na sua meta 17 prevê que nos próximos seis anos o salário do professor terá que ser comparado a outros profissionais com a mesma formação, daí porque a CNTE estará atenta e vigilante, cobrando firmemente de prefeitos e governadores.

Nesse sentido, já foi encaminhado ao Governo Federal documento oficial assinado pelos Conselhos, Secretário de Planejamento, da Fazenda e de Educação, reivindicando que não seja publicizado o percentual de reajuste do piso salarial dos professores, colocando a necessidade de não ocorrer enquanto a crise econômica perdurar. Nós não concordamos com isso, mas alguns estados já estão anunciando que não vão cumprir , destacou.

Por conta disso, a Confederação já tem atividade de mobilização marcada para o mês de janeiro, tradicionalmente de férias coletivas para a maioria da categoria, através de um ato público nacional em Goiânia, para tratar tanto das questões que estão sendo discutidas lá com relação à entrega de escolas públicas ao setor privado, bem como a questão do piso que está já sendo negado a princípio por governadores e prefeitos.

A exemplo de Goiânia, a CNTE se fará presente em outros atos, inclusive no município de João Pessoa, para garantir o cumprimento das referidas leis.

Cândido Nobrega

Por: Ivan Filmagem
how to make gifs
Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Confederação defende 11,36% de reajuste para trabalhadores em educação"

Deixe um comentário!

Publicidades:
Publicidade Publicidade

Últimas Notícias

Comentário

wwww.ivanfilmagempb.com - Todos os direitos reservados.