Araruna e região se liga aqui! - www.ivanfilmagempb.com
Publicado em:

Decisão de juiz interrompe encenação do ‘Pastoril Profano’

Uma portaria assinada pelo juiz da vara da infância e juventude de Bayeux, Antônio Rudimacy, interrompeu o espetáculo “Cabaré do Pastoril Profano”, apresentado pela Companhia Paraibana de Comédia, na noite do sábado (02) no ginásio do colégio Jaime Caetano.

Após o início da apresentação teatral, fiscais do poder judiciário chegaram ao local munidos da portaria, informando a produção do evento que o espetáculo teria que parar pois haviam crianças abaixo de 16 anos que não poderiam permanecer no recinto, mesmo acompanhadas dos pais.

Ao ser avisado do que acontecia nos bastidores, o ator e diretor do espetáculo Edilson Alves, imediatamente se dirigiu ao público e não conseguiu segurar a emoção. “Gente de Bayeux, preciso parar o espetáculo agora. O juiz da cidade disse que não podemos continuar enquanto não forem retiradas todas as crianças menores de 16 anos, mesmo aquelas acompanhadas dos pais ou responsáveis. Faz 23 anos que o Pastoril realiza espetáculos pelo Brasil inteiro e isso nunca aconteceu, mas aqui em Bayeux estamos passando por esse constrangimento. Infelizmente estou me sentindo o pior bandido de João Pessoa, nem na ditadura faziam isso”, disse Edilson, indo as lágrimas e recebendo o apoio do público.

Em seguida, Fábio Freitas, um dos fiscais da justiça pediu a palavra e se dirigiu a plateia, dando outra versão. “Pessoal, deve estar havendo algum mal-entendido, pois não pedimos para parar o espetáculo em nenhum momento. Trouxemos a portaria assinada pelo juiz dia 03 de março e que já era de conhecimento da produção. Eu sou fã do Pastoril, já assisti três vezes, mas estou aqui para cumprir a lei. Infelizmente menores de 16 anos não vão poder ficar e os maiores de 16 e menores de 18 anos só poderão ficar acompanhados pelos pais”, finalizou, recebendo vaias da plateia.

Mais-PB

Por: Ivan Filmagem
how to make gifs
Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Decisão de juiz interrompe encenação do ‘Pastoril Profano’"

Deixe um comentário!

Publicidades:
Publicidade Publicidade

Últimas Notícias

Comentário

wwww.ivanfilmagempb.com - Todos os direitos reservados.