Araruna e região se liga aqui! - www.ivanfilmagempb.com
Publicado em:

Pedaços de foguete lançado no Japão em 2002 são vistos no céu de João Pessoa

Pedaços do foguete H-2A, lançado no Japão em 2002, foram vistos passando sobre João Pessoa na noite dessa quinta feira (7). O registro foi feito pela Estação DCS1/PB da Bramon (Rede Brasileira de Observação de Meteoros).
A Bramon, em publicação nas redes sociais, noticiando o ocorrido, explicou que O H-2A é um sistema de lançamento "descartável" da JAXA, a Agência Espacial Japonesa. Todas as partes do foguete vão sendo descartadas na medida em que ele ganha altitude, até alcançar a órbita desejada. O H-2A já foi usado para lançar satélites em órbitas geoestacionárias, para pôr um satélite em órbita da lua e para mandar uma sonda espacial para o planeta Vênus. No total, já foram 30 lançamentos entre 2001 e fevereiro deste ano, sempre a partir do Centro Espacial de Tanegashima, no Japão.

Os observadores da Bramon ressaltam que todas essas peças descartadas a cada lançamento reentram na atmosfera ou ficam orbitando a Terra, formando uma espécie de nuvem de lixo espacial. No segundo lançamento, em 4 de fevereiro 2002, o H-2A deixou no espaço dois grandes detritos que orbitam a Terra até hoje. Um destes é justamente o que foi flagrado por uma das estações da Bramon na capital paraibana. O detrito, com o número 28243 registrado no Catálogo Norad, que identifica todos os artefatos orbitando a Terra, foi visível na forma de flashes sequenciais com espaçamento e período constantes, o que indica que o objeto está girando em torno de si mesmo. O período entre os flashes, de aproximadamente 8,25 segundos, sugere que o período de rotação dele é em torno de 16,5 segundos.

A órbita do objeto bastante alongada é característica de detritos de veículos lançadores de satélites geoestacionários, que precisam alcançar uma órbita mais distante da Terra. Os satélites geoestacionários são aqueles que se encontram aparentemente parados relativamente a um ponto fixo sobre a Terra, geralmente sobre a linha do equador.

Todo trabalho de busca e identificação foi feito por Ravi Jagtiani. A estação DCS1/PB é administrada por Damião Carvalho, que também coordena o Planetário do Espaço Cultural, em João Pessoa.

Portal correio

Por: Ivan Filmagem
how to make gifs
Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Pedaços de foguete lançado no Japão em 2002 são vistos no céu de João Pessoa"

Deixe um comentário!

Publicidades:
Publicidade Publicidade

Últimas Notícias

Comentário

wwww.ivanfilmagempb.com - Todos os direitos reservados.