Notícias:
latest

728x90

468x60

Veja o reencontro emocionante do jornalista Rafael Henzel e o filho

Otávio, de 11 anos, fez a equipe médica, jornalistas e torcedores irem às lágrimas na noite desta terça-feira no aeroporto Serafim Enoss Bertaso, em Chapecó. Filho do jornalista Rafael Henzel, o menino não conteve a felicidade ao reencontrar, ainda dentro do avião que o trouxe de volta à cidade, o pai, um dos sobreviventes do voo da LaMia – que matou 71 pessoas, entre jogadores e comissão técnica da Chapecoense, jornalistas e tripulação.

O avião da Força Aerea Brasileira (FAB)´, que trouxe Rafael Henzel e o lateral-esquerdo da Chapecoense Alan Ruschel, pousou na na cidade às 21h33. A mãe, o filho e tios do jornalista esperavam no aeroporto. Já os familiares do jogador Alan preferiram aguardar no hospital, para onde os dois foram transportados.

VEJA O VÍDEO DO ENCONTRO:
Cinco minutos depois de o avião pousar, Tavinho – como o filho de Rafael é conhecido em Chapecó – conseguiu subir na aeronave e abraçar o pai. Foram 15 dias de angústia até este momento.

O abraço entre eles foi registrado em vídeo pelo médico do Ministério da Saúde, Edgar Tolini, que acompanhava os dois pacientes. “Eu gravei para registrar esse momento de emoção. Os caras ali dentro são militares e ninguém conseguiu se segurar”, relatou o médico, se referindo a equipe de oito profissionais, entre médicos, enfermeiros e fisioterapeutas que monitoraram com tranquilidade os sobreviventes de Medellín, na Colômbia, até Chapecó.

Quando saiu do avião, Tavinho não conteve as lágrimas – nem as dele e nem de quem assistia de longe. O menino bateu no peito, segurando a camiseta que vestia com a foto do pai, e chorou muito, mas dessa vez com um grande sorriso no rosto.

A família preferiu que o menino não falasse com a imprensa, mas a mãe de Tavinho comemorou em frente aos jornalistas: “com garra, trouxemos ele de volta. Estamos muito felizes de trazer ele de volta”, afirmou Jussara Ersico. A esposa de Rafael Henzel foi para a Colômbia no dia do acidente e retornou nesta noite, com o marido.


Com Tavinho, também subiu no avião a mãe de Rafael, Lidia Henzel. Ao descer, ela conseguiu até brincar: “levei um susto, nunca tinha entrado em uma aeronave antes. Mas fiquei muito feliz que ele está bem. Agora é só se recuperar”.

A recuperação final de Rafael Henzel e Alan Ruschel será em um hospital de Chapecó. Os dois não passam por mais nenhum procedimento cirúrgico. Ficarão apenas em observação médica por pelo menos dois dias.

O único sobrevivente brasileiro que continua no hospital na Colômbia é o zagueiro Hélio Neto. Segundo o médico Edgar Tolini, o jogador pode ser transferido nos próximos dois dias para Chapecó.

OGlobo
« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário