Notícias:
latest

728x90

468x60

Nunes critica Governo Federal: “Durante muito tempo negligenciou segurança”

Em Brasília, o secretário executivo da Segurança e da Defesa Social da Paraíba, Jean Nunes vai em busca de recursos para construção de presídios na Paraíba e critica Governo Federal: “Durante muito tempo negligenciou o problema da segurança pública e o sistema prisional”. Ele se reunirá nesta terça-feira (17), com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

“Nossa expectativa é que esse plano nacional seja efetivamente posto em prática. Nós que acompanhamos a segurança pública a um bom tempo e vivemos essa realidade, temos a certeza que o governo federal chega atrasado nessa discussão, e durante muito tempo negligenciou o problema da segurança pública e do sistema penitenciário. Agora, de uma vez só, tenta vir com alguma solução e a gente espera que de fato seja posto em prática”, frisou Nunes.

Jean Nunes destaca ainda que irá em busca de recursos para construção de presídio no Estado. “O caminho para o enfrentamento dessa crise é a articulação e garantir recursos para construção de presídios. A superlotação é real, em 2011, tínhamos oito mil presos e hoje temos 12 mil . A polícia tem trabalhado com muita energia. A Paraíba tem que gritar e fazer valer seus direitos, porque temos também superlotação”, ressaltou o secretário.

O secretário executivo da Segurança e da Defesa Social da Paraíba frisou que o Governo Federal irá apresentar uma proposta de núcleos estaduais de Inteligência. “O governo federal tenta agora colocar, embora atrasado, mas vem em uma boa hora, que o sistema penitenciário deve participar em conjunto com a Inteligência do estado. Ora, nós da Paraíba, já temos essa ação desde 2014, em que trabalhamos em conjunto com a Polícia Militar, Civil, Bombeiros e o Sistema Penitenciário. Não temos como encarar o sistema sem estarmos muito próximos, trocando informações”, completou Nunes.

Sobre a reunião desta terça-feira (17), com o ministro da Justiça, Nunes garantiu que a expectativa é boa e espera saber como irá funcionar o novo sistema que está sendo prometido aos Estados.

As declarações ocorreram durante o Programa 60 minutos, da Rádio Arapuan.

Nayanne Nóbrega- MaisPB
« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário