Publicidade

how to make gifs

Estudantes da Unicamp fazem greve após morte de aluna

Após o término do luto de três dias decretado pela Unicamp de Limeira (SP) por causa da morte de Sandy Andrade Santos, estudantes da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) decidiram realizar uma paralisação até a próxima segunda–feira ( 10) para pressionar o poder público a atender a pauta de reivindicações dos alunos por mais segurança no campus.

De acordo com a Unicamp, essa é uma decisão tomada pelas estudantes e que professores e servidores estão trabalhando normalmente. O G1 procurou representantes do Diretório Acadêmico da FCA para comentar a decisão, mas até a publicação desta reportagem não obteve retorno.

Sandy Andrade Santos, de 21 anos, cursava o segundo ano de engenharia de manufatura na FCA. Ela foi encontrada morta na última sexta-feira em um trilha próxima a universidade. Na segunda-feira (3), o jardineiro Marcelo Soares foi preso e confessou ter matado a estudante. A Polícia Civil investiga se o jardineiro cometeu o crime sozinho ou contou com ajuda de alguém.

O crime causou comoção entre os alunos que realizaram uma caminhada pelas ruas da cidade até a Prefeitura, onde se reuniram com autoridades de Limeira e apresentaram uma lista de reivindicações para melhorar a segurança na FCA e na região do bairro Santa Luzia.

Entre as reivindicações está o aumento de policiamento e da iluminação na região, implantação de delegacia 24 horas, linhas de ônibus que circulem dentro do campus, realização de campanha de conscientização de violência contra a mulher e reativação do centro comunitário no bairro.


De acordo com a Prefeitura de Limeira, a administração se comprometeu a discutir e colocar em um novo contrato cm a empresa de ônibus a circulação no FCA e melhorar a iluminação na região nos próximos 15 dias. Além disso, a Prefeitura disse que vai entrar em contato com o governo do estado para solicitar a instalação de uma delegacia 24 horas no bairro e que irá fazer uma campanha de conscientização contra a violência da mulher.

Reivindicações são antigas
Em nota, a Unicamp diz que desde 2009, ano de início das atividades do campus, a diretoria da FCA empreende esforços múltiplos junto ao poder público de Limeira (Prefeitura, Polícias, Conselho de Segurança do município) para aumentar a segurança dos alunos nas proximidades do campus e na cidade. É que tem garantido adequadamente a segurança de alunos, professores e funcionários dentro do campus da faculdade, local onde podemos atuar diretamente.

O comunicado ainda diz que fora do campus da faculdade, a universidade pressiona o poder público e colabora com as polícias militar e civil e com Secretaria de Segurança do município, também através da participação de professores e alunos da Faculdade nas reuniões do Conselho de Segurança de Limeira, constantemente cobrando ações de melhoria na segurança pública do município.

Ainda de acordo com a Unicamp, há pelo menos dois anos vem sendo articulada a transferência do quartel da 5ª Companhia da PM para um prédio próximo à FCA e que a iniciativa, será agora concretizada, já que o prefeito Mario Botion comprometeu-se, em público, em reunião nesta semana, viabilizar a transferência por meio da cessão de um prédio para PM.

Por fim, o comunicado destaca que as câmeras de vigilância no entorno do campus, prometidas desde a gestão do prefeito anterior ao último, ou seja, há mais de oito anos, serão finalmente instaladas no segundo semestre desse ano.

Por G1 Piracicaba e região
Estudantes da Unicamp fazem greve após morte de aluna Estudantes da Unicamp fazem greve após morte de aluna Reviewed by G7Paraiba Noticias on 20:21 Rating: 5

Publicidade

how to make gifs