Notícias:
latest

728x90

468x60

Banda 12 de Agosto, Araruna PB

A banda 12 de agosto entre o castigo e a reparação. O genial Chico Buarque de Holanda, poeticamente expressou: "Estava à toa na vida
O meu amor me chamou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor". A nossa quase centenária banda resiste ao tempo e renova-se feito a águia. Outrora quando gestor dessa cidade, testemunhei a banda paralisada, havia sido calada, um castigo diziam; em 2006 iniciamos sob o comando do maestro Pedro Oliveira, um processo de renovação da banda e em 2007, mesclada com antigos e novos componentes a nossa tradicional banda retomava a sua atividade. Após a nossa saída um novo castigo seria imposto, a banda seria calada e dezenas de anos de história seriam dizimados. Eis que agora o Prefeito Vital Costa repara a gravidade desse erro e a banda ressurge revigorada e com a escola para formação de novos músicos, afinal a música jamais será emudecida. Viva a banda, seu maestro e componentes, viva o seu dia, vida longa a esse patrimônio de Araruna.

Por: Availdo Azevedo 


« Voltar
Próximo »