Notícias:
latest

728x90

468x60

Braço de bronze é achado antigo naufrágio na grécia

Arqueólogos marinhos recuperaram um braço de bronze em meio aos destroços do antigo naufrágio da ilha grega Anticítera. No local, segundo os especialistas, estão enterrados os restos de ao menos sete estátuas clássicas.

Em uma nova expedição no mar do sul da Grécia, os mergulhadores encontraram o braço direito de uma das estátuas, provavelmente de um homem, que estava sedimento na encosta rochosa a pelo menos um metro e meio. A descoberta foi feita com a ajuda de um detector de metal subaquático.

“O que descobrimos é que essas esculturas estão dentro ou abaixo das rochas”, disse Brendan Foley, codiretor da equipe de escavações da Universidade de Lund. “Acreditamos que há no mínimo sete e, potencialmente, nove esculturas de bronze nos esperando lá”.

Os pedregulhos que sobrepõem os objetos de metal pesam várias toneladas e, segundo os pesquisadores, podem ter ido parar lá após um enorme terremoto que sacudiu os arredores de Anticítera no século 4.

Além do braço de bronze, os mergulhadores recuperaram uma laje padronizada de mármore vermelho do tamanho de uma bandeja de chá, uma jarra de prata, parte da moldura do navio e um osso humano. No ano passado, a equipe encontrou o crânio, dentes, costelas e outros ossos de um indivíduo que morreu no naufrágio.

A primeira expedição no local foi realizada em 1990. A embarcação, com cerca de 50m (do arco à popa), navegava da Ásia Menor para Roma, quando naufragou perto da pequena ilha entre Creta e Peloponeso.

O naufrágio ficou famoso por causa das estátuas. Em 1900, os arqueólogos que trabalhavam no local apresentaram peças de uma peça em bronze que ganhou o nome de “Antikythera Ephebe”. A estátua agora fica no Museu Arqueológico Nacional de Atenas, ao lado de uma impressionante cabeça de bronze chamada “Antikythera Philosopher”, também encontrado no naufrágio. Duas obras de arte do século 4 aC.

Bol
« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário