ARARUNA

Rodovias federais na PB têm queda de 11,5% no número de mortes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta quinta-feira (25) um balanço das ações policiais e ocorrências registradas no ano de 2017. Segundo os dados informados, houve redução nos números de acidentes, feridos e mortos em casos registrados nas rodovias federais que cortam o estado da Paraíba.

De acordo com o comunicado da PRF, durante o ano de 2017 foram registrados 1.846 acidentes, com 1.764 pessoas feridas e 138 mortes. Desses números, destacam-se a quantidade de mortos e feridos graves que tiveram uma diminuição se comparados com o resultado do balanço anual de 2016. O número de feridos graves teve redução de 21,7% e, de mortos, 11,5%.

Também foi observado que em 2017 as principais causas de acidentes nas rodovias federais na Paraíba foram falta de atenção à condução, velocidade incompatível, não guardar distância de segurança e ingestão de álcool. Os tipos de acidentes que mais geraram mortes foram atropelamento de pedestre, colisão traseira, colisão frontal e colisão transversal.

Fiscalização de trânsito

Durante o ano de 2017 a PRF na Paraíba fiscalizou 122.098 veículos e 126.097 pessoas foram averiguadas nos 1.578 quilômetros de malha rodoviária federal no Estado, onde foram lavrados 68.245 autos de infração de trânsito, com exceção dos 31.114 veículos que foram detectados transitando com velocidade acima da máxima permitida que, do mesmo modo, seus proprietários foram notificados. Além disso, foram recolhidos 1.433 animais que se encontravam soltos na pista. Também foram realizados 36.353 testes de alcoolemia, com 1.121 condutores reprovados e 162 conduzidos para delegacia de polícia por crime de dirigir sob efeito de bebida alcoólica.

Entre as infrações mais cometidas estão: excesso de velocidade; faróis apagados durante o dia; ultrapassagem indevida; motociclistas e passageiros sem usar capacete; motoristas e passageiros sem usar cinto de segurança; condutores sem habilitação; entre outras que contrariam o Código de Trânsito Brasileiro.

Combate ao crime

A PRF na Paraíba atuou em 336 ocorrências de crimes contra a vida e o patrimônio. Entre as principais estão os casos de assalto a veículos, os crimes contra o meio ambiente, contrabando, tráfico de drogas e porte ilegal de armas de fogo. Também foram realizadas apreensões e prisões de pessoas por cometimento de outros crimes que tiveram a interferência da PRF durante o período de 2017.

Ainda com relação aos crimes, a PRF conduziu 905 pessoas para delegacia de polícia em ocorrências registradas nas rodovias federais na Paraíba. Entre os envolvidos, estão: condutores de veículos que dirigiam embriagados; pessoas com mandado de prisão em aberto; pessoas que cometeram outros crimes de trânsito; por uso de documentos falsos; por tráfico de entorpecente e outros tipos de crimes.

Educação para o trânsito

A PRF na Paraíba, através do Grupo Regional de Educação para o Trânsito – GRET/PB, levou conhecimento sobre educação e segurança no trânsito para 45.789 pessoas mediante as 338 ocorrências realizadas a partir das fiscalizações normais na pista, em palestras nas faculdades e colégios públicos e privados, nas empresas públicas e privadas, além de algumas entidades da sociedade civil, inclusive com o emprego do ‘Cinema Rodoviário’, um ônibus adaptado para exibição de filmes, onde condutores, passageiros, crianças e o público em geral são convidados para participar das seções instrutivas, palestra e discussões sobre educação no trânsito.

Também, em períodos distintos, são realizadas peças teatrais e eventos pedagógicos, acontecimentos que fazem parte do Festival Estudantil Temático de Trânsito – FETRAN, um projeto criado pela PRF, que, em parceria com escolas e secretarias municipais, promove atividades pedagógicas associadas às manifestações artísticas/culturais sobre o trânsito.

Portal Correio 

Facebook Comments APPID

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Lia Morenno

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Pinto do Forró

Publicidade: Vidraçaria Aluvidros

Redes