ARARUNA

Acusado de matar ex-mulher com 14 facadas em Natal vai a júri popular

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte confirmou para o dia 22 deste mês o júri popular de José Cândido de Melo, acusado de matar sua ex-mulher. Isolda Claudino de Almeida Melo, de 53 anos, levou 14 facadas no dia 19 de março deste ano no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal.

O julgamento, marcado para começar às 8h, acontece no Tribunal do Júri do Fórum Miguel Seabra Fagundes, no bairro Lagoa Nova, Zona Sul da cidade.

O crime
Isolda voltava do trabalho para casa, no fim da tarde do dia 19 de março, quando foi seguida pelo ex-marido e assassinada a facadas. Segundo a polícia, José Cândido não aceitava o fim do casamento.

Ela desceu do ônibus na Avenida João Medeiros Filho e seguiu para a residência onde morava, na direção de uma região de mangue do bairro Potengi. No caminho, foi surpreendida pelo ex-marido. As facadas acertaram o peito, a barriga e o pescoço de Isolda. Ela ainda foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Pessoas que passavam pelo local e presenciaram o crime renderam o homem e tentaram espancá-lo. A polícia foi chamada e prendeu José Cândido.

Familiares de Isolda contaram que ela havia se separado fazia um ano, mas que José Cândido não se conformava com a situação e a ameaçava. O casal tinha quatro filhos.

Por G1 RN

Nenhum comentário

Facebook Comments APPID

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Lia Morenno

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Pinto do Forró

Publicidade: Vidraçaria Aluvidros

Redes