ARARUNA

Governador vê ato de ‘terrorismo’ em fuga de presidiários e garante recaptura

O governador Ricardo Coutinho (PSB) considerou, nesta segunda-feira (10), que a fuga em massa de presidiários do Complexo Penitenciário de Segurança Máxima Romeu Gonçalves de Abrantes foi um ataque realizado com recursos de terrorismo.

Ele garantiu que todos os fugitivos serão recapturados. Até o momento, 41 dos 105 presos que fugiram foram localizados e detidos pela polícia.

Segundo Coutinho, as polícias não têm acesso ao armamento utilizado pelos envolvidos na ação. “Aqui no Brasil, essas armas estão na mão de criminosos”, ressaltou.

Para o gestor, a ação teve como objetivo resgatar chefes da Okaida, organização criminosa que atua na Paraíba. Ele afirmou que o ataque mostra que Paraíba tem combatido o crime organizado e prendido os envolvidos. Ele ainda destacou que Governo não pactua com grupos criminosos.

O governador destacou trabalho e preparo das polícias para a prisão e recuperação dos criminosos. As medidas utilizadas para evitar ataques, segundo Ricardo vão continuar sendo as mesmas. “Os presídios e agentes têm as armas que a lei permite e é aquilo que nós temos, evidentemente”, pontua.

MaisPB

Nenhum comentário

Facebook Comments APPID

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Lia Morenno

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Pinto do Forró

Publicidade: Vidraçaria Aluvidros

Redes