ARARUNA

Reunião de transição para o Governo João acontece na próxima semana

A primeira reunião da comissão de transição do governo do Estado vai acontecer na próxima semana. O grupo está sendo coordenado pelo controlador-geral do Estado (CGE), Gilmar Martins. Durante entrevista nesta quinta-feira (25), o governador eleito João Azevêdo (PSB) explicou que serão levantados todos os dados da atual gestão. “Vamos coletar todas as informações dos programas em andamento e, depois disso, ver o que deve continuar e o que merecerá correção”, explicou. O futuro governador evita informações precisas sobre as mudanças que serão feitas no secretariado.

João Azevêdo explicou que a nova gestão e o perfil do secretariado será o dele. O socialista foi apoiado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) na disputa. Apesar disso, tem o entendimento de que o mentor político dele não poderá compor a gestão. “Ele será um rande conselheiro”, pontua. Havia entre os aliados do atual governador a expectativa de que Coutinho se tornasse um super-secretário do governo. A pretensão foi exposta por um dos principais aliados, o deputado estadual Adriano Galdino (PSB). O próprio governador Ricardo Coutinho negou esta possibilidade. O mesmo entendimento foi externado por João.

Na entrevista, Azevêdo prometeu governar para todos os paraibanos. Ele disse que convocaria todos os deputados estaduais e federais, além dos senadores, para reuniões voltadas para a defesa dos interesses do Estado. Dentro deste contexto, serão incluídos os oposicionistas. Questionado sobre convites a prefeitos adversários, como Luciano Cartaxo (PV), de João Pessoa, e Romero Rodrigues (PSDB), de Campina Grande, ele disse que estará disponível para receber a todos. “Quem entrar em contato solicitando audiência, será recebido por mim”, ressaltou.

Segurança
João Azevêdo ressaltou avanços no que diz respeito aos investimentos em segurança, bem como na redução do índice de letalidade. Apesar disso, houve o reconhecimento de que é preciso melhoras. Por conta disso, a nota atribuída ao setor, na Paraíba, pelo futuro governador foi um oito.

Conta de Luz

João Azevêdo prometeu cumprir a promessa de baixar a conta de energia elétrica ainda em janeiro do próximo ano. Questionado sobre o impacto da renúncia fiscal, ele se resumiu a dizer que os cálculos foram feitos e que cabem na Lei Orçamentária Anual 2019 enviada para a Assembleia Legislativa. A promessa é que os descontos valham para quem consome até 90 kw/h.

Reajuste para os servidores

O governador eleito respondeu também a pergunta a respeito de reajuste para os servidores. Ele alegou que tudo vai depender da arrecadação do Estado. “Que gestor não gostaria de dar reajustes para os servidores públicos?”, ressaltou

Com: PB-Agora 

Nenhum comentário

Facebook Comments APPID

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Lia Morenno

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Pinto do Forró

Publicidade: Vidraçaria Aluvidros

Redes