ARARUNA

Sindicatos protestam e pedem redução de motoristas por aplicativo

O Sindicato dos Motoristas da Paraíba realizou um protesto na manhã desta quarta-feira (27), em João Pessoa, contra o transporte clandestino que existe na cidade e a favor da aprovação de um projeto de lei na Câmara Municipal de João Pessoa, que regulamenta o transporte de passageiros por aplicativos (apps) na capital paraibana.

Antônio de Pádua, presidente do Sindicato dos Motoristas da Paraíba, afirmou que na atual situação, o sistema de transporte irá falir nos próximos anos. Em 2015, o Sindicato registrou um transporte médio de 9,2 milhões de passageiros por mês. Em fevereiro de 2019, o número caiu para 4,9 milhões.

“Na hora que o passageiro sai do ônibus, a empresa demite (os funcionários). E de 2014 para cá, dois mil trabalhadores das empresas urbanas já perderam seu emprego”, frisou Pádua.

Outra reivindicação do Sindicato é a limitação do número de motoristas por aplicativo. A proposta é para que o quantitativo seja igualado ao número de taxistas na capital. Segundo Pádua, existem pouco mais de 1.400 motoristas de táxi na cidade, contra mais de 7 mil motoristas de aplicativos.

A regulamentação do uso dos aplicativos de transporte será possível através de um projeto de lei elaborado pelo vereador Lucas de Brito: “A gente tem um projeto pronto, da Semob (Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana). O vereador Lucas de Brito também acampou esse projeto, e nós queremos uma resposta, que o projeto seja colocado em votação”, concluiu o presidente do Sindicato dos Motoristas.

Veja vídeo

O presidente do Sindicato dos Motoboys, Ernani Bandeira, e o presidente do Sindicato dos Taxistas, Adauto Braz, também estiveram presentes no ato. Uma reunião entre os manifestantes e o vereador ocorrerá nesta quinta-feira (28), na Câmara Municipal.
Veja vídeo

Projeto em tramitação

Apresentado em 2018, pelo vereador Lucas de Brito, o projeto de lei está atualmente sendo discutindo junto à Semob, que está sugerindo algumas modificações pontuais. Um de seus objetivos é que o ISS, o Imposto Sobre Serviço, seja recolhido em João Pessoa, e não em São Paulo, como acontece. “É como se o serviço de intermediação do transporte estivesse sendo prestado em São Paulo, mesmo o motorista estando aqui”, disse o vereador.
Veja vídeo
Bruno Marinho e Albemar Santos – MaisPB

Nenhum comentário

Facebook Comments APPID

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Lia Morenno

Contato P/ Shows (83) 9.9911-3863 Pinto do Forró

Publicidade: Vidraçaria Aluvidros

Redes

Últimas Notícias