Criminosos furtam cabos e deixam hospital pediátrico sem telefones em Natal

O telefone do Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, em Natal, não toca desde a manhã de sexta-feira (9), mas não é por falta de ligação. É que os cabos da rede de telefonia usada na unidade pública de referência no atendimento a crianças no Rio Grande do Norte foram furtados.

A unidade fica localizada no bairro Parque dos Coqueiros, na Zona Norte da capital.

A recepcionista Ana Maria de Oliveira lembra de outro problema causado pela falta do telefone. O furto prejudicou até mesmo a comunicação interna e, para ela ou qualquer outro funcionário falar com um determinado setor, é preciso caminhar até ele.

Mas a maior sequela do crime está na regulação. Sem a telefonia, médicos de outros hospitais e unidades de saúde têm uma dificuldade a mais para solicitar vagas e mandar pacientes para o Hospital Maria Alice Fernandes.

Já que o sistema de regulação pela internet atualmente só funciona para pacientes de Covid-19, um aparelho celular está sendo usado para resolver as urgências.

Segundo a diretora da unidade, Suyame Ricarte, não é a primeira vez que esse tipo de crime ocorre esse ano. Na última ocorrência, em março, o hospital ficou duas semanas sem telefone. Tempo que pode custar vidas.

"É a terceira vez só neste ano. Peço que quem faz isso pare. Pode custar vidas. Esse nosso contato por telefone é essencial para agilizar a regulação", disse a diretora.

G1-RN

Postar um comentário

0 Comentários

Facebook Comments APPID