Concurso Miss Universo Paraíba 2021 em Araruna PB

“Não teve nem chance de defesa”, diz tio de mulher morta a facadas pelo ex-companheiro em Natal


O corpo de Joice Cilene de Oliveira Vitorino, de 23 anos, morta a facadas pelo ex-companheiro na tarde desta quarta-feira (11) no Alecrim, em Natal, foi liberado do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) na manhã desta quinta (12).

"Minha sobrinha não teve chance de se defender. Ele pegou por trás e começou a esfaquear. Eu não sei nem como dizer como eu estou por dentro", disse o tio de Joice, Francisco Canindé.

Joice era natural de Vera Cruz, morava em São Gonçalo do Amarante e vendia doces nos ônibus em Natal. O ex-companheiro, autor do crime, também é vendedor de balas, e foi no trabalho que eles se conheceram.

"Ela pegou a amizade, começou uma relação e morou muito tempo com ele. Mas ela separou-se dele e eles conviviam como dois amigos. Ele nunca tinha feito mal a ela", conta o tio.

Joice Cilene não teve filhos com o agressor, mas deixou três de outros relacionamentos - um com anos 9, um com 6 e outro com 3. José Edson é o pai do mais novo, e conta que esteve com a moça pouco tempo antes do crime. 

Do G1 RN!

Postar um comentário

0 Comentários

Facebook Comments APPID